quarta-feira, 24 de abril de 2013

É homem ou mulher?

Deparei-me com uma ansiedade incontida ao saber que iria lecionar língua inglesa numa escola de ensino médio. Comecei. Esforcei-me para aplicar os conhecimentos obtidos nos cursos que havia feito. Minhas primeiras exposições foram barradas por algumas frases dos alunos:
– Peraê, teacher, a gente não sabe nem o português...
– Fessora, como é que se diz “burro” em inglês pra eu chamar aquele menino...
– Prof, em inglês, eu só aprendi “the book is on the table”...
Curioso mesmo foi observar o diálogo entre duas alunas que tentavam responder uma atividade escrita proposta numa das minhas aulas:
Home é homem–disse uma.
–Não! Home é mulher!– retrucou a outra.
Após exaustiva discussão, uma delas dirigiu-se a mim e perguntou:
–Afinal, professora, home é homem ou mulher?
As experiências eram(e continuam sendo!) das comuns às mais insólitas, muitos alunos faziam perguntas sobre a tradução de nomes de marcas famosas, frases de cadernos, letras de músicas, mensagens de celular, “como é meu nome em inglês?”. Um estudante foi apelidado de TOBÉ por seus colegas. O fato que originou essa alcunha ocorreu na aula de outra professora , a qual, após transcrever no quadro o nome do verbo a ser estudado, obteve a nova pronúncia do famoso to be. E mais: alguns alunos amam fazer adaptações à língua inglesa. Certa vez, antes de apagar o quadro, perguntei :
–Copiaram?
–Copiation[leia-se : copiêixan] – respondeu a divertida Karine.
Oh, my God!
                                                                                                           Professora Rosana Souza

2 comentários:

  1. Complicado viu, Profª.!! Via isso quando estava dando aula em colégio com Educação Física também. Alunos sem base alguma, já no ensino médio e que pouco sabem somar ou compor uma frase e ainda com muitas falhas. Complicado essa nossa escolha, mas desafiadora e satisfatória quando conseguimos passar algo pra eles.
    Adorei o blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo feedback, Li. Beijos e sucesso!

      Excluir